Moratórias acabaram, mas em Novembro abrangiam ainda 1,2 mil milhões de euros

As moratórias de crédito somavam, em Setembro de 2020, 48,1 mil milhões de euros, o máximo desde o início da implementação destas medidas. Desde então têm vindo a descer, mas em Novembro ainda ultrapassavam os mil milhões, na sua maioria empréstimos a empresas. No penúltimo mês do ano, as moratórias cobriam mil milhões de euros em empréstimos concedidos a sociedades não financeiras e 0,1 mil milhões de euros a particulares, que comparam com os 25,2 mil milhões e 21,1 mil milhões de euros, respetivamente, verificados no mês de pico, Setembro de 2020.

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.