Fisco investigou 264 residentes não habituais e detectou irregularidades

A Autoridade Tributária detectou erros e exigiu correcção do imposto a pagar, mas ainda não disse quanto. Inspecções verificaram-se desde 2016 e ocorreram depois de a IGF ter criticado a falta de mecanismos para o fazer. A Autoridade Tributária fez 264 inspecções a beneficiários do regime dos Residentes Não Habituais (RNH), que resultaram em correcções e, consequentemente, em mais imposto a pagar.

Please Login to Comment.