Estado injectou 886 milhões na Infra-estruturas de Portugal no ano passado

A necessidade de cobrir o financiamento da Infra-estruturas de Portugal foi a razão para mais um reforço de capital na empresa pública. Em 2018, foram colocados 886 milhões de euros na gestora de infra-estruturas rodoviárias e ferroviárias. Com este reforço, o capital da empresa responsável por assegurar as infra-estruturas rodoviárias e ferroviárias fixou-se em 5,8 mil milhões de euros. O ano passado foi apenas mais um em que o Estado foi chamado a capitalizar a empresa que resultou da fusão das antigas Estradas de Portugal e Refer. Desde 2015, os aumentos de capital da IP cifraram-se em mais de 3,2 mil milhões de euros.

Please Login to Comment.