Saldo comercial já está a melhorar, mas continua abaixo dos últimos três anos

o desempenho do sector do turismo foi suficiente para dar a volta no saldo comercial. O excedente continua aquém dos valores dos últimos anos, mas já dá sinais de melhoria depois de ter derrapado no arranque do ano. Em comparação com igual período de 2017, as balanças de bens e de serviços tiveram evoluções distintas. O défice da balança de bens aumentou 1.129 milhões de euros enquanto o excedente da balança de serviços cresceu 858 milhões de euros, essencialmente devido à rubrica de viagens e turismo, cujo saldo passou de 5.396 milhões de euros para 6.222 milhões de euros. Até Julho, as exportações de bens e serviços cresceram 7,8% (7,9% nos bens e 7,6% nos serviços) enquanto as importações aumentaram 8,6% (9,5% nos bens e 4,7% nos serviços), o que se reflectiu no saldo comercial.

Please Login to Comment.